quarta-feira, 11 de junho de 2008

Aunque existe amor!



Percebo que muita gente anda desanimada com o aproximar do dia dos namorados.
Para alguns isso se dá pelo desanimo de ter tropeçado várias vezes em tentativas de encontrar a pessoa da sua vida.
Outros de tanto tentar adiantar esse fato, acabaram se desgastando naturalmente desse processo.
Mas a pergunta em questão é se o amor existe!



No nosso cotidiano gay, o sexo é uma necessidade básica quase que inviolável, mas muitas pessoas tornam isso um mero e simples mercado como se cada pessoa que passa fosse um objeto utilizado que após o seu proveito não possui nenhuma utilidade. Todos nós erramos, fato, mas a diferença está entre as situações que entramos e a maneia como nós resolvemos elas.



A traição pelo "desespero sexual" é cruel, porque rompe a relação de confiança que há entre as partes..e confiança é um bem incomensurável...

Penso que quando há o "amor" de verdade, voce tem força suficiente para superar as tentações da vida..e pensar com a cabeça de cima faz muito bem. Vale a pena botar a mão na consciencia e pensar: vale a pena por algum instante na vida, um minuto se querer, arriscar tudo? Tá, as vezes tem atração, clima, o cara é bonito, mas poxa é só aquele momento...talvez seu parceiro nem saiba..mas de uma maneira ou de outra a coisa deixa de ser "de verdade".

Vale-se colocar no lugar do outro...é questão de caráter...simples! E isso não é qualidade pra gay...é pra hetero é pra todos.



O gay em si é um tanto exigente quando ao parceiro, mas o importante é compreender que não existe nenhum principe encantado e que para amar alguém precisamos aceitá-lo com seus defeitos e qualidades...é isso que compõe cada um e que faz de nós o que somos!



É possível um amor gay ser completo, ter fidelidade, compromisso, cumplicidade e doação...seja em um namoro seja em um casamento. Vivi anos consideráveis e atravessei experiencias memoráveis pra afirmar isso com toda a certeza e consciência de alguém que ja conheceu todos os lados da moeda e que entende que a maturidade ajuda muito a compreender esse processo.



E termino concluindo que amor é aceitação..é estar presente nas horas que mais precisamos é sentir o coração bater bem forte quando ele chega! São aquelas coisas que nós sabemos que mudam todo o sentido!



Portanto, desejo a todos um feliz dia dos namorados! Curtam, seus amores! E aos que estão sozinhos como eu, lembrem que ninguém está sozinho, lá no alto alguém nos ama muito e só espera a hora certa pra nos dar essa oportunidade.

Dê a cada dia o seu tempo e as surpresas lhes acontecerão!!


Diante disso tudo me perguntei: QUEM SOU EU?

Respondo: Um menino que sonha inocentemente na beira da praia, ve as nuvens bailarem no céu, e sente em seu coraçãozinho um desejo imenso de amar e ser amado, de dar carinho e receber sabendo que será para A pessoa! Um dia seu tempo chegará!




Uma canção pra dar "aquele" clima..ai ai! S2




When You Believe - Mariah Carey and Whitney Houston

9 comentários:

Râzi disse...

Cleber, Cleber...

Adoro vc, menino... não pelos posts engraçados e muito bem sacados... mas pelo rapaz de ouro que fui conhecendo aos poucos pelo MSN e e-mail...

Já falei isso hoje, e não teria como não falar isso agora... sortudo o cara que conseguir te pegar de jeito!!!! :D

Vc é pra casar!

Beijão!

André disse...

Todos queremos amar e sermos amados...e somos.

Beijos

[mega] Paulo Mamedes disse...

Moço parabéns, pelo texto!

Conheço vários exemplos de que o namoro dá certo e vários de que não dá, tem que ter amor e vai de duas pessoas que tem a "cabeça" de cima no lugar para tudo dar certo.

Beijo e que encontre o seu amor, logo, logo!

Passageiro disse...

Um menino que com esse coração achará alguém para amar e ser amado o quanto antes, adorei o que vc escreveu.

Boy Soccer disse...

é isso...

é o q somos!

Um cara q busca o sexo com desespero é um cara q se esconde de uma trsite realidade! todos fazem isso.. ou um dia vão fazer...

as pessoas mudam néh !
melhoram !

o mundo gira e a cada volta tudo se renova viuh...

todos sonhamos e todos vamos vencer

c cuide

estamos juntos

Soccer

Thread disse...

Já sabe o trato pra daqui a 10 anos né?? hUAuUaUAhUhUAhuHA

Beijão querido!!

LORENZO disse...

amigo, há uma linha tênue entre escrever a verdade e escrever o que é agradável de ser lido. e essa linha é quase nunca alcançada, porque quase nunca as opiniões alheias condizem com a situação descrita;
e quando um texto é escrito unicamente para ser lido, a poesia e os enfeites ajudam, mas no fundo todos sabemos que na verdade, e a verdade, não é bem assim.

no meu texto, abertamente criticado aqui no teu, suponho que houve uma falsa interpretação do meu argumento.
é muito difícil encarar qualquer relação como parceria sem amor e/ou maturidade. Talvez seja por isso que a 'maturidade', citada no teu texto aqui, entre como fator principal para encarar uma pegada, um namoro ou até um casamento como 'parceria'.
foi esse meu intuito. que o homem dificilmente ama algo que nao esteja relacionado a ele como uma necessidade. por isso que é muito mais fácil ver casais gays morando juntos depois de meses de namoro, do que casais heteros;
É ai que o AMOR entra e ajeita tudo.

agora, injustiça é a errônea interpretação do meu texto mostrada e criticada aqui como vileza.

LORENZO disse...

afe, foi duas vezes :\

Mike disse...

Concordo com vc... é uma questão de maturidade acima de tudo. No meu último namoro, namorei com um cara de 40 anos... nos amávamos muitos a ponto de morarmos juntos e tudo mais...

Depois de quatro meses morando juntos, descobri que ele tinha ido a um desses clubes de sexo, pego uma pessoa da minha idade e transado com ela num motel... tudo num dia que decidimos que íamos curtir juntos, mas que ele desmarcou para sair com uns amigos...

Foi o maior sofrimento da minha vida, ainda mais porque o cara q estava comigo teve um relacionamento anterior de nove anos... ou seja, tem gente que chega aos quarenta e tem crise de meia-idade voltando a ser criança...

sou como você e gostei muito do que li aqui... to linkando!

Beijos!